Namíbia – Tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem!

A Namíbia é um país que reúne a excentricidade de cenário único, digno de uma pintura surrealista, na qual podemos ter ideia da grandiosidade do nosso planeta terra, juntamente da ação do tempo sobre a paisagem. Além dos cenários incríveis que estiveram presente durante toda a nossa viagem, a Namíbia possuiu uma vida selvagem que não se limita apenas as cercas dos parques nacionais. Na verdade está viva e circulante por vários territórios do país, como os elefantes do deserto que vivem na região de Damaraland, ou Leões selvagens do norte da costa do Esqueleto.

dicas viagem namibia

A Namíbia é uma país deserto não só pelo seu clima, mas também pelo baixo índice demográfico – cerca de 2,1 milhões de habitantes – sendo um dos menos povoados do mundo. Habitada pelos povos nômades, cujos descendentes conservam até hoje a referência de vida em tribos, nos últimos séculos também foi povoada por europeus que tomaram conta do território da Namíbia para a exploração de minérios, além da atividade pecuária. Infelizmente a convivência entre os povos não tem sido tão amigável, pois a Namíbia tem referência de genocídio  e apartheid na sua história, que hoje resulta em um dos piores índices de distribuição de renda do mundo. Apesar de não termos nos deparado com cenas de extrema miséria pelo caminho, percebemos a imensa diferença social no país.

namibia dicas viagem

Recomendamos a Namíbia como a primeira escolha de destino para os exploradores iniciantes da África subsariana, não só pela paisagem fascinante e pela vida selvagem, mas porque é um país relativamente seguro e fácil de viajar de forma independente, ou seja, você organizando seu roteiro e logística durante a viagem.

Namíbia – Planejamento de Viagem:

Quando ir:

De acordo com os guias, os melhores meses para se ver a vida selvagem da Namíbia vão de maio a outubro. De junho a agosto as temperaturas caem um pouco, com mínimas abaixo de 10 ºC à noite. Já o mês de outubro possui as maiores médias de temperaturas do ano. O período de chuvas se inicia em novembro, se concentrando mais entre janeiro e março. Entre junho e agosto são os meses de tempestades de areia na costa da Namíbia, portanto deve-se evitar.

Nós viajamos no mês de novembro, e apesar de ser o mês de início das chuvas, tivemos apenas um dia com umas pancadas de chuva. Fez muito calor durante a viagem, com exceção dos dias que passamos na costa da Namíbia, pois o forte vento (Corrente de Benguela) reduziu a temperatura de 33 ºC do deserto para cerca de 23ºC durante o dia. O clima é bastante árido, típico de deserto, e durante o Safári no Etosha visualizamos vários leões, porém de longe e embaixo das árvores, pois os animais buscam um abrigo do sol escaldante durante o dia.

namibia dicas viagem

 Quantos Dias:

12 dias é um tempo bom para se ter uma ideia das principais atrações do país, sendo esta duração a preferida das principais, e mais populares, agências de viagem. Para quem quiser conhecer e explorar mais a fundo a Namíbia, 3 semanas é o recomendado. Neste período se tem tempo suficiente para preparar um roteiro que cubra praticamente todas atrações, com tempo para relaxar durante a viagem.

Veja mais sobre nosso roteiro de 12 dias 

namibia dicas viagem
Créditos de Rafael Lanna photographs

Como chegar:

Saindo do Brasil têm voos pela TAAG, com conexão em Angola (não precisa de visto). Foi através dessa empresa que chegamos em Windhoek, capital da Namíbia, pagando R$ 1200 reais ida e volta, com taxas inclusas (nov-16). Outra opção são voos operados pela South África Airlines e pela Latam, e os preços regulares (fora de promoção) são encontrados por cerca de R$ 2.500,00.

Também é comum os viajantes incluir a Namíbia em seu roteiro de viagem pelo sul da África, acessando o país tanto pela fronteira terrestre com tours organizados por agências (Nomad, etc.), ou carro alugado a partir da África do Sul, ou ainda voando de outro país do continente Africano.

Documentos: Brasileiros não precisam de visto para entrar na Namíbia com permanência máxima de 90 dias. Além do passaporte com validade minima de 6 meses é necessário ter a Carteira Internacional de Vacina contra Febre Amarela (a vacina deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem).

Namibia dicas viagem

Para quem deseja conhecer o país, a melhor forma é alugar um carro, ou se estiver sozinho fazer parte de tour em grupo pela região. Veja o artigo completo sobre como viajar pela Namíbia, e como foi nossa aventura por lá.

Para aqueles cujo dinheiro não é um problema, existe a possibilidade de conhecer o país com voos fretados intercape

Dinheiro:

namibia dicas viagem

A cotação do Dólar Namibiano N$ é a mesma do Rands da África do Sul, inclusive a moeda Sul Africana é amplamente utilizada nas transações domésticas corriqueiras, sendo muito comum os estabelecimentos receberem e fornecerem Rands naturalmente. 1 real vale cerca de 4 N$ (nov-16)

Nesta viagem é preciso ter dinheiro em mãos, por isso sugerimos estar com dinheiro suficiente até a sua próxima parada em uma cidade maior (Windhoek, Swakopmund, Walvis Bay). Apesar dos cartões serem aceitos na maioria dos estabelecimentos nas cidades, com exceção dos postos de combustíveis (que em menor número aceitam cartões de crédito), é bom estar prevenido para alguma eventualidade.

Para os parques Nacionais – ao menos nos que estivemos – as taxas de entrada e hospedagem podem ser pagas no cartão de crédito, mas é comum as máquinas estarem sem conexão e/ou fora de operação.

Trocamos moeda no aeroporto por uma taxa justa, e também em Swakopmund em uma casa de câmbio da West Union, que ofereceu a melhor taxa naquele momento (nov 16).

O valor da gorjeta não vem incluso na conta, e é comum pagar 10% extras em restaurantes e bares. É também de praxe dar gorjeta pelos serviços prestados, como guias e o abastecedor do posto de combustível. Não esqueçamos de que quem está nos servindo são o povo negro, e o salário mínimo no país é cerca de N$ 1353 (menos de 350 reais), portanto podemos usar o turismo para auxiliar na redistribuição de renda, dividindo o pouco que temos com àqueles que nada (ou muito pouco) possuem.

Orçamento:

A Namíbia é um país cujo custo de viajar é médio, ou seja, é um pouco mais cara que a África do Sul (ao menos foi para a gente), e mais cara em geral que alguns países do leste europeu, américa do sul e sudeste asiático. Porem bem mais barato se comparado aos países da Europa Ocidental e Oceania. Comparando a Namíbia com os outros países de África Subsaariana, lemos relatos de que a Namíbia é mais barato para se viajar e fazer os safáris do que os outros países como Botsuana, Zimbabwe, Quênia e/ou Tanzânia.

Nosso custo de viagem para 12 dias (sem as passagens) ficou em torno de R$ 3800 mil reais por pessoa. Economizamos bastante com hospedagem, já que ficamos em camping, também com o carro, pois alugamos um sedan e dividimos as despesas por 4 pessoas; as refeições comíamos bem duas delas (café da manhã e jantar), sempre levando conosco lanches, frutas e snacks durante estes períodos. Em relação a outras viagens que realizamos, consideramos a Namíbia como uma país de custo médio, pois viajamos com mais conforto e gastando menos por dia em outros países. Claro que se formos comparar a relação custo-benefício da viagem o saldo é extremamente positivo (e alto), pois a Namíbia nos proporcionou momentos de vida indescritíveis.

dicas viagem namibia

Valores:

Hospedagem Simples: de N$ 400 a N$ 500

Prato Individual em Restaurante: de N$ 120 a N$ 250

Prato de Café da manhã: N$ 60

Preço da Gasolina (petrol. 95) por L : N$ 11,00

Língua:

O inglês é a língua oficial, porém existe várias outras faladas de acordo com a região: Africâner, alemão, damara/nama, herero, kwangali, oshiwambo, setswana e silozi

namibia viajar

Conectividade:

Para viagens acima de 5 dias, consideramos que o custo benefício de ter um chip local é essencial! Ainda mais para esta viagem, na qual não havíamos realizado o planejamento prévio, nem reservas de acomodações e até a escolha de roteiro ainda estava por ser decidida em cima da hora. Também usamos a internet como GPS durante a viagem, apesar de os mapas impressos terem sido mais úteis (discutimos isso no post “Como ir”).

Através de relatos de blogs e conversas com locais, optamos pela empresa MTC por ser a empresa que dava maior cobertura pelo país. Outra opção é TN Mobile. Ambas empresas possuem posto de venda no aeroporto.

O custo da MTC para 3 GB de dados foi de N$ 329, mais taxas, totalizando quase N$ 400. (o que deu cerca de R$100 reais). Existem opções mais em conta para pacotes de dados menores.

O que pudemos testemunhar, é que o serviço de MTC não foi dos melhores. Na estrada, ou estávamos sem conexão, ou com Edge (E). Nos campings, mesmo em regiões bem turísticas como Sesriem e Etosha, também ficamos com o Edge. Somente nas cidades estávamos com H+ (3G), não estando disponível o 4G no país (novembro 2016). Não temos base para dizer se a concorrente presta serviços melhores, mas acredito que a MTC é a que oferece melhor cobertura no país.

Apesar destes contratempos, a internet, mesmo que lenta e não disponível em alguns lugares, foi de grande ajuda e tem nossa recomendação.

O Wifi até está disponível em algumas hospedagens, mas normalmente era pago, e quando tínhamos acesso gratuito era lento.

http://prepaid-data-sim-card.wikia.com/wiki/Namibia

Segurança:

Não tivemos qualquer problema com segurança durante a viagem, mas lemos em outros blogs, e nos avisos das pousadas na Capital Windhoek, o alerta de não andar a pé durante a noite, e ter sempre o cuidado com seus pertences, principalmente com máquinas fotográficas.

Eu também mantive durante a maior parte do tempo o dinheiro em doleiras junto ao corpo, ou bem guardado nas malas. E o carro sempre trancado.

Eletricidade:

A voltagem padrão é 220 V, e a tomada contem três pinos grossos (mesmo padrão da África do Sul). Os adaptadores disponíveis para comprar se encaixam na tomada de dois pinos circular (tipo europeu), e se você tiver outras tomadas diferentes disso, aconselhamos levar seu “T” adaptador. Geralmente os hotéis disponibilizam um adaptador, já nos campings é mandatório possuir um adaptador local, ou senão terá que deixar seu(s) equipamento (s) carregando nos adaptadores disponíveis nos restaurantes.

dicas viajar namibia

Resumindo, compre um adaptador assim que for a um supermercado para evitar de ficar sem bateria para as fotos!!

 Alimentação:

Diferente das outras viagens, o foco desta viagem não foi ‘’o comer’’, pois gostamos de privilegiar, ou ao menos provar, a comida local de cada país que visitamos. Além de não encontrar muitas referências das comidas típicas das tribos da Namíbia, também não buscamos lugares os quais poderíamos encontrá-las. Desta forma nossa experiência gastronômica pode-se resumir aos restaurantes dos parques nacionais, e alguns bem avaliados pelo TripAdvisor das cidades por onde passamos. Todos os lugares por que passamos as comidas eram bem saborosas, e nada de diferente do que estávamos acostumados a comer no Brasil, com exceção do tipo da carne, que poderia ser de um animal de caça, como de algum tipo de antílope, zebra, avestruz, etc. Na região da costa, existe uma farta variedade de peixes e frutos do mar.

dicas viagem namibia
joesbeerhouse

Nossa rotina de refeições consistia em um farto café da manhã e um jantar. Durante o dia, comíamos sanduíches e frutas, sendo que a ida frequente ao mercado era fundamental durante a viagem, pois a Namíbia é um país deserto e deve-se ter em mente que pode-se viajar por um longo período de tempo sem qualquer estabelecimento que ofereça comida, ou bebidas disponíveis.

Para o jantar fique atento ao horário de funcionamento dos estabelecimentos, já que nas cidades pequenas pode ser que a cozinha feche pelas 21:00 horas, e não muito diferente nas cidades maiores, pelas 21:30. Nos campings dos parques nacionais, o horário do jantar era até as 20:30. O mercado também tem horário de funcionamento limitado a no máximo 19:30, mesmo na capital.

Para quem deseja conhecer mais a fundo as comidas dos povos africanos, sugerimos dar uma olhada no bairro Katutura, aonde acontece os famoso Kapana (carne grelhada), a um custo de N$ 20 (come-se à vontade). Neste lugar também é possível encontrar algumas iguarias locais, como vermes grelhados. Infelizmente não foi dessa vez que pudemos prová-los. Veja mais no tripadvisor

Hospedagem:

dicas viagem namibia
Sorris Sorris

Existem duas opções bem populares de hospedagem na Namíbia: Lodges luxuosos a preços mais acessíveis (porém não econômicos), e infraestrutura para campings. Nós optamos por esse último, pois nosso perfil se encaixa no viajante mochileiro econômico, mas nem tão descolado assim, porque com 30 anos, essa foi nossa primeira viagem acampando!

Acampar na Namíbia foi uma experiência maravilhosa, o que deixou a viagem ainda mais viva e intensa.

Mas para quem não está afim de acampar e prefere ficar nos lodges, se deliciará escolhendo as acomodações, porque os lugares parecem ser incríveis. Já para quem busca uma alternativa econômica além do camping, poderá encontrar Hostels, pousadas, Bed and Breakfast nas maiores cidades. Porém nos parques nacionais e regiões mais afastadas em geral (Como o Etosha, Sesriem, Orange River Canyon, Skeleton Coast), não encontramos opções econômicas de hospedagem além dos campings.

Reservando sua Hospedagem:

Os métodos convencionais como o Booking.com não abrangem (ainda) o leque de opções de hospedagem disponíveis da Namíbia, portanto recomendo buscar informações sobre as acomodações nos sites:

namibian.org (site da Namíbia com mapa interativo que lhe permite ver as opções de acordo com seu roteiro)

safarinow.com (site popular na África do Sul, que abrange várias opções de hospedagem na Namíbia)

www.tripadvisor.com  (dá para se ter uma ideia das hospedagens de um destino de acordo com as avaliações dos viajantes)

wheretostay.na (site local)

nwr.com.na (site das hospedagens localizadas dentro dos parques nacionais – é a única forma de hospedagem para quem quer dormir dentro do parque nacional – como o Etosha. Obs.: Mas também é possível ficar no entorno dos parques, e visitá-los durante o dia.

Este post contém as informações básicas para seu planejamento inicial para uma viagem à Namíbia. Para saber mais sobre os destinos, veja os outros posts relacionados a este destino. Gostou das nossas dicas? Compartilhe nossos post com seus amigos!!

Swakopmund – Namíbia

Pesquisar além Além de Swakopmund – Namíbia

Transporte – Namíbia

Damaraland: O segredo escondido da Namíbia

Safári: Etosha – Namíbia

Viajar de carro pela Namíbia

 

Veja como nossa experiência em Sesriem e Sossusvlei – Namíbia, pode lhe ajudar a planejar melhor sua viagem!

9 – Dicas Práticas de viagem para Sesriem/Sossusvlei:

Sossusvlei e Sesriem, conheça o principal destino turístico na Namíbia

Deixe uma resposta